Metrô de BH recebe R$ 53 milhões para projetos de engenharia

http://www.em.com.br/app/noticia/politica/2013/04/16/interna_politica,372366/metro-de-bh-recebe-r-53-milhoes-para-projetos-de-engenharia.shtml#.UW4RS-Hi3n4.email

Metrô de BH recebe R$ 53 milhões para projetos de engenharia
O contrato foi assinado nessa terça-feira pelo governador Anastasia (PSDB); o ministro das Cidades, Aguinaldo Ribeiro; o secretário de Transportes e Obras Públicas, Carlos Melles, e o presidente da Metrominas, Fabrício Sampaio. e o presidente da Caixa, Jorge Hereda

O governador Antônio Anastasia (PSDB) assinou nesta terça-feira contrato com a Caixa Econômica Federal no valor de R$ 52,8 milhões para a contratação de estudos e projetos de engenharia para viabilizar as obras do metrô de BH. Os recursos para a obra, que faz parte do PAC Mobilidade Grandes Cidades do governo federal, serão usados nos projetos de engenharia para a ampliação das três linhas do transporte com trens. A assinatura do contrato ocorreu com a presença do ministro das Cidades, Aguinaldo Ribeiro; do presidente da Caixa, Jorge Hereda; do secretário de Obras Públicas, Carlos Melles e e o presidente da Metrominas, Fabrício Sampaio.

O projeto que prevê a expansão do metrô está avaliado em R$ 3,1 bilhões e foi anunciado pela presidente Dilma, juntamente com o governador Antônio Anastasia e o prefeito Marcio Lacerda (PSB), na sede da Prefeitura de Belo Horizonte (PBH) em abril do ano passado. Sendo destinados para as obras R$ 1 bilhão do Orçamento Geral da União, R$ 878 milhões financiados junto ao BNDES e R$ 1,2 bilhão repassados pelo governo estadual e prefeitura, valor contratado por meio da modalidade parceria publico privada (PPP).

Conforme o presidente da Metrominas, a previsão é que no início do ano que vem as obras devem ser iniciadas. Segundo o secretário de Transportes e Obras Públicas, Carlos Melles, dentro de alguns meses os projetos devem estar prontos. “Nós já demos as ordens para a contratação dos projetos. Agora chegaram os recursos. Dentro de alguns meses nós teremos os projetos prontos”, disse.

Os recursos serão empenhados para a melhoria e reforma da Linha 1 (Vilarinho/Eldorado) – acréscimo de 1,7 quilômetro no sentido Contagem – construção da Linha 2, que ligará a região do Barreiro à estação do Calafate – extensão de 10,5 quilômetros e seis estações – e construção da Linha 3, que ligará a Savassi à estação da Lagoinha – extensão de 4,5 quilômetros e cinco estações. Assim que estiverem concluídas, o volume de passageiros transportados será elevado de 200 mil por dia, para 900 mil. Com 12 novas estações a extenção dos trilhos chegerá a 44 km.

1 thought on “Metrô de BH recebe R$ 53 milhões para projetos de engenharia”

  1. Dá para acreditar? Esta é a terceira ou quarta vez em dois anos que a presidente Dilma vem a Minas anunciar recursos para o transporte sobre trilhos. Sem contar os anúncios feitos pelo governador Anastasia prometendo obras que nunca saem do papel.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *