TRENS RUSSOS LEVES PARA CUBA

A Union de Ferrocarriles de Cuba (UFC) encomendou 300 trens com 2 carros de passageiros do fabricante russo Murom, sendo que o primeiro á foi embarcado para a ilha.

Os trens leves têm quatro eixos, atingem 100 km/h, os carros motrizes são classificados como  tipo SV-10, são equipados com motor diesel Yamz-238M5 de 176 kW com transmissão mecânica, e os veículos reboque são denominados VS-5. O carro motorizado pesa apenas 22 t e o reboque 15 t. A disposição dos bancos é 2+3 totalizando 45 assentos no carro motriz e 48 no reboque. Pela configuração de assentos, são destinados a curtas e médias distâncias.

Os trens com 2 carros têm comprimento de 25,2 m e foram construídos sobre plataforma de carros de manutenção da via permanente, que são muito usados nos estados que compunham a extinta URSS. As primeiras 17 unidades serão fabricadas na Murom enquanto os restantes 283 trens serão montados em Cuba.

Autoridades cubanas informaram que a primeira unidade será usada na província de Artemisa onde um novo terminal do porto de Mariel está em construção.

Embora o desenho pareça espartano os trens devem ser mais adequados ás condições operacionais cubanas que equipamentos mais avançados.

A classe SV-10 será a primeira a ser entregue a Cuba em décadas, se excluirmos os trens da classe Dm11 que nunca funcionaram adequadamente em Cuba devido a sua sofisticada engenharia. Os trens Dm11 com carro único automotriz diesel, foram comprados pelo grupo VR finlandês, e montados pela Alsthom in Espanha, mas depois foram rejeitados pelo finlandeses e vendidos a Cuba. Poucas unidades continuam em serviço atualmente e algumas nunca entraram em funcionamento.

Esta notícia apresenta uma interessante solução técnica para trens regionais no Brasil, os trens leves com propulsão a diesel, mecânica simplificada e de baixa manutenção. A baixa capacidade de transporte de passageiros não é problema, desde que sejam oferecidas mais viagens.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *